Órgãos firmam parceria para proteção de dados pessoais

órgãos firmam parceria para proteção de dados pessoais

Acordo firmado diz respeito à cooperação técnica para proteção de dados pessoais de consumidores

No dia 22 de março, a ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) e Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) assinaram acordo de cooperação técnica para proteção de dados pessoais de consumidores.

Proteção de dados pessoais – órgão envolvidos

A ANPD é um órgão recente, criado pelo governo para orientar e fiscalizar empresas e o setor público sobre a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados, em vigor desde setembro. Já a Senacon atua diretamente na proteção ao consumidor.

Vazamentos de dados pessoais

Além disso, nos últimos anos, a pasta do Ministério da Justiça passou a lidar com um volume grande de casos. Eles envolvem desde vazamentos de dados pessoais até compartilhamento indevido de informações de consumidores.

Vale lembrar que em 2020 houve um megavazamento de dados, que atingiu mais de 220 milhões de brasileiros. Além disso, autoridades do governo também estariam nesta lista, que foi colocada à venda na internet.

Além disso, este número é maior do que o total de habitantes do Brasil. Ou seja, isso indica que pode incluir informações de pessoas que já morreram e CPFs inativos.

Ações conjuntas

Entre as ações conjuntas pelos dois órgãos, estão: “intercâmbio de informações, uniformização de entendimentos, cooperação quanto a ações de fiscalização, desenvolvimento de ações de educação, formação e capacitação e elaboração de estudos e pesquisas”, de acordo com comunicado oficial.

Atuação integrada

Contudo, a atuação integrada visa uniformizar entendimentos e coordenar a resposta a reclamações de consumidores.

Por fim, conforme o acordo, a Senacon deve compartilhar informações contidas na base de dados do Sistema Nacional de Informações e Defesa do Consumidor. E também por meio da plataforma de tecnologia Consumidor.gov.br que contenham reclamações de consumidores associadas à proteção de dados pessoais demandas, denúncias e notificações.

*Foto: Divulgação

99Mulher: motorista pode optar por corridas apenas de passageiras

99mulher motorista pode optar por corridas apenas de passageiras

99Mulher chega para motoristas da 99 de todo o Brasil a partir desta segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher

Nesta quarta-feira (3), a empresa de carros por aplicativo 99 anunciou o lançamento da categoria 99Mulher. Sendo assim, a função permite que motoristas mulheres aceitem corridas apenas de passageiras.

Há pouco mais de um ano que já ocorre no Brasil o serviço de ao menos seis empresas que possuem motoristas mulheres. O foco é que o público feminino sinta-se cada vez mais confortável na hora de pedir um carro por aplicativo.

99Mulher – como funciona o novo recurso

O novo recurso do app entrará em operação para todas as condutoras mulheres de todo o Brasil a partir desta segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher.

A iniciativa integra o programa Mais Mulheres na Direção. O projeto tem como objetivo elevar o número de motoristas no aplicativo, ao oferecer mais segurança para todas as usuárias da plataforma.

Assim como em outras categorias, as condutoras mulheres podem ativar e desativar a função por um botão no app para motoristas quando desejarem. A 99 confere as informações por meio dos documentos cadastrados pela parceira. Além disso, é preciso realizar uma nova verificação facial para liberar a modalidade. Já as passageiras mulheres do app recebem uma notificação avisando que uma motorista exclusiva para mulheres fará a corrida.

Testes

O serviço 99Mulher foi testada no fim de 2019, nas cidades de Santos, Campinas, Goiânia, Manaus, Recife, Fortaleza, Belém e Teresina. Na ocasião, confirme afirma a 99, mais de 78 mil corridas foram realizadas no período de avaliação e não houve casos associados à segurança em corridas nesta categoria.

Menos casos de assédio

Contudo, ainda em relação aos resultados, a companhia informou que as corridas feitas na categoria exclusiva para mulheres reduziu em 5% os casos de assédio, por milhão de corridas, durante o segundo o semestre de 2020.

A expectativa da empresa é que as ocorrências caiam ainda mais com o lançamento da categoria a todas as motoristas da plataforma.

Outras empresas

Além do serviço 99Mulher, outras empresas do setor de mobilidade urbana também estão criando mais iniciativas como esta. É o caso da Uber, que disponibilizou no fim de 2020 por meio do programa Elas na Direção, a U-Elas. A categoria permite que as motoristas parceiras da Uber aceitem corridas apenas de usuárias mulheres.

Mais iniciativas com objetivo de aumentar o número de motoristas em aplicativos também estão sendo realizadas por outras empresas. A Uber disponibilizou, no final do ano passado, pelo programa Elas na Direção, a U-Elas. Assim como o 99Mulher, a modalidade permite que as motoristas parceiras da Uber aceitem corridas apenas de usuárias mulheres.

*Foto: Divulgação

Mercado de caronas: sturtup Blablacar resiste à crise

mercado de caronas sturtup - blablacar resiste à crise

Blablacar enxerga recuperação do setor com a chegada das vacinas

Mesmo com a pandemia de Covid-19 tendo gerado uma redução no transporte rodoviário de passageiros em todo o mundo, a sturtup Blablacar enxerga recuperação do setor com a chegada das vacinas. Além de ter uma expectativa de possível recuperação já em 2021.

App de carona Blablacar

Conhecida no Brasil como um app de carona, a Blablacar é utilizada em 22 países. Além disso, a empresa encerrou o ano passado com 50 milhões de viajantes no mundo, sendo 7,1 milhões no Brasil. Entretanto, o resultado foi menor que em 2019, quando foram 70 milhões de viajantes globais e quase 6,5 milhões no Brasil.

Resultados positivos

Em contrapartida, alguns resultados foram positivos para a startup. Tanto é que no Brasil o número de assentos de carona oferecidos na plataforma de tecnologia cresceu 6% sobre 2019, alcançando 18,6 milhões.

Além disso, 2,5 milhões de novos usuários brasileiros se cadastraram no app, mesma quantidade de 2019, antes da pandemia. Os dados foram obtidos pela revista EXAME.

De acordo com o diretor da Blablacar no país, Ricardo Leite, o resultado mostra que o modelo de caronas segue atraindo usuários e se mantém como importante alternativa de transporte intermunicipal para os brasileiros.

“As métricas de 2020, algumas superiores às de 2019, mostram a utilidade das caronas para os usuários e a resiliência do modelo de negócio em tempos de crise. Com o avanço da vacinação, esperamos que as caronas e os ônibus do nosso marketplace aumentem sua participação na matriz de transportes.”

Distância média de 175 quilômetros em 2020

Só em 2020, a distância média de uma viagem de carona no app da startup foi de 175 quilômetros. No total, 390 milhões de quilômetros foram percorridos por viajantes brasileiros do aplicativo. Isso equivale a 1.000 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Mercado de ônibus em alta

Todavia, outro resultado positivo foi o crescimento do serviço de vendas de passagens de ônibus da Blablacar, inaugurado em outubro do ano passado.

O número de passagens vendidas em dezembro foi 70% maior que no mês anterior. A empresa afirma ter finalizado o ano com um resultado 40% melhor do que o esperado para 2020 no segmento.

Empresas de ônibus

Além disso, as companhias de ônibus que mais venderam passagens pela plataforma foram a Unesul, Eucatur e Ouro e Prata. O serviço de venda de passagens possui parceria com 41 empresas, que oferecem quase 30.000 rotas pelo país.

Fundação

A Blablacar foi fundada em 2006, pelo empreendedor Nicolas Brusson e outros sócios. À época, o serviço oferecia caronas pela internet e hoje é uma das maiores e mais importantes startups da França. Atualmente, ela é avaliada em mais de US$ 1 bilhão.

Nos últimos anos, a empresa tem diversificado seus negócios, apostando em novas frentes de transporte, como a venda de passagens de ônibus e de trem, a operação de linhas de ônibus próprias e também serviços de carona de curta distância, entre outros serviços.

*Foto: Divulgação

Jogadores de free fire: saiba como é a rotina desses profissionais

jogadores de free fire - saiba como é a rotina desses profissionais

Jogadores de free fire já são considerados atletas profissionais de e-sports

O universo dos games aumenta cada vez mais e junto com eles, mais desafios. Já não é de hoje que ouvimos falar em profissional de e-sports. Apesar dos pais desses jovens torcerem o nariz para tudo isso, os jogadores de free fire são uma realidade mundial no mundo da tecnologia. E eles lidam com uma dinâmica muito similar à de qualquer outro esporte.  

Jogadores de free fire

O número de jogadores de free fire cresce cada vez mais. Este jogo foi criado pela Garena, empresa do sudeste asiático, em 2017.

Sendo assim, o formato do jogo é o Battle Royale, gênero que consiste na disputa de um mesmo espaço por diferentes equipes, em que o objetivo é ser o único sobrevivente ao fim de cada partida.

Ilha

Neste caso, os jogadores de free fire começam a partida em uma ilha, na qual têm de procurar armas e itens por todo o cenário. E conforme o game avança, a área se torna cada vez menor. Ou seja, aumentam as chances de jogadores de diferentes equipes se encontrarem e lutarem. Vence o último a ficar em pé.

Nos últimos três anos já são 100 milhões de jogadores ativos. Ele pode ser jogado em smartphones de qualquer tipo. Portanto, isso lhe rendeu o título de game mais baixado para dispositivos mobile em 2020.

Com o acesso de jovens de diferentes origens faz do jogo free fire uma forma de ganho profissional. Há duas formas de entrar na carreira. A primeira jogando em times profissionais e competindo. Já a outra, transmitindo as partidas disputadas ao vivo (formato popularmente conhecido como “stream”).

Ganhos

Desde 2017, Conteúdos relacionados ao game foram visualizados mais de 100 bilhões de vezes. Entre as regiões que mais assistem a esse conteúdo, estão o sudeste da Ásia, a Índia e o Brasil.

Portanto, com uma audiência dessas existe a oportunidade para marcas investirem nos atletas que fazem stream. O objetivo é se aproximarem dos fãs do game. Segundo informações apuradas pela revista EXAME, o salário médio de streamers de sucesso pode chegar a R$ 50 mil.

Famosos

Os jogadores de free fire também possui um público já famoso. É o caso da cantora Anitta, que fez uma live desse tipo com a drag queen Samira Close por meio da plataforma Facebook Gaming. Além dela, outros artistas como Mano Brown, DJ Alok e Lexa têm adotado os games como parte de sua estratégia de aproximação com o público.

E quanto ganha um jogador profissional de Free Fire?

Quando os jogadores de free fire entram para algum tome dentro do jogo, os salários são menores, entre R$ 4 mil e R$ 12 mil. Mesmo assim, a quantia é suficiente para chamar a atenção de muitos jovens.

Segundo Jaime Pádua, CEO do time FURIA, organização relevante de e-Sports, recrutar jogadores de free fire exige uma grande atenção. Isso porque os processos similares às “peneiras” faz com que os recrutados se destaquem continuamente na plataforma.

“O Free Fire, até mais do que outros jogos, é muito rico em talentos, surgem novos grandes jogadores todos os dias, fazer um scouting efetivo, encontrar os novos ‘Neymares’ e ‘Ronaldinhos’ do game. Temos um DNA muito forte nisso.”

Qual o perfil de um jogador profissional de Free Fire?

A idade dos jogadores varia muito para cada jogo. Mas, segundo Pádua, o momento “de ouro” está entre os 17 e 26 anos. Os que chegam aos 30, 32 são casos excepcionais. Porém, os jogadores não se intimidam por este fator limitante de idade.

Um exemplo disso é dentro da equipe Black Dragons, outro time que também tem equipes de Free Fire. Nesta equipe, três jogadores entrevistados pela EXAME têm a tal “média de ouro” em idade: Raphael “Phoenix” Ferreira Sande, de 21 anos, Jhonatan “JUBINHA” Silva, de 18, e Rhayan “Yan” Vasconcelos, de 20.

Os três disseram que não contam com apoio dos familiares nesta profissão.

Por outro lado, eles consideram que o esforço valeu a pena. Só neste ano, os campeonatos profissionais promovidos pela Garena na Liga Brasileira de Free Fire terão premiação de R$2,4 milhões. Além da internet, será possível acompanhá-los também na TV aberta, por meio do canal Loading.

E quem não é profissional?

Quem não é patrocinado por um time pode ganhar dinheiro por meio de campeonatos amadores. Os jogadores de free fire ouvidos pela reportagem disseram que há campeonatos amadores disputados atualmente em que o prêmio chega a R$ 70 mil.

É um cenário bem diferente do encontrado há dois anos, quando esses mesmos torneios não tinham tanta visibilidade e o prêmio era de pouco mais de R$3 mil.

Sobre isso, Sande, jogador do Black Dragons, afirma:

“O principal ponto é não desistir. Quando você começa a competir, há momentos em que dá vontade de parar, principalmente quando você começa a perder muitas partidas em seguida. Mas o primeiro passo, eu diria, é montar um time e começar de baixo, pegar experiência. Não adianta ter um amigo na série A e querer começar por lá, porque você não vai ser um jogador completo. Acredito muito nisso.”

*Foto: Divulgação

Podcasts: Spotify registra crescimento recorde em 2020

podcasts - spotify registra crescimento recorde em 2020

Canais de podcasts foram os responsáveis pela alta da receita de streaming musical

Apesar de o segmento ser de streaming, o Spotify poderia ter perdido terreno para o Netflix ou Twitch que firmou seu público em meio à pandemia de Covid-19. No caso da empresa de conteúdo musical, os usuários não deixaram de consumir música neste período. Ao contrário, eles utilizaram ainda mais a plataforma. E a cereja do bolo neste período foi o crescimento dos canais de podcasts do aplicativo.

Canais de podcasts aumentam receita de Spotify

Portanto, os podcasts fizeram dobrar o valor da empresa em 2020, aliado ao conteúdo musical. Sobre isso, Mia Nygren, diretora-geral do Spotify para a América Latina, afirmou em entrevista à revista EXAME:

“O que realmente aconteceu, muito graças à quantidade de dispositivos em que é possível escutar o Spotify — acho que são cerca de 2.000 dispositivos — é que vimos uma mudança no tipo de consumo. O deslocamento para o trabalho não estava mais lá, mas as pessoas usaram aumentaram o uso em consoles de videogame ou alto-falantes inteligentes em casa.”

O bom ano que o Spotify obteve diante da pandemia teve nos podcasts um crescimento em termos de contratos e produções exclusivas para a plataforma em 2020.

Acordo milionário

Além disso, um acordo estimado em US$ 100 milhões com o podcast Joe Rogan Experience esteve entre um dos maiores do setor. Agregado a isso também esteve o lançamento de um programa exclusivo com a ex-primeira-dama americana Michelle Obama. Ambas as produções ficaram entre os cinco podcasts mais executados do ano.

Nygren diz que atualmente são aproximadamente dois milhões de podcasts hospedados na plataforma, “em torno de 400% na América Latina”.

Ela ainda destacou a importância do Brasil e da América Latina para a plataforma. Isso porque dos 320 milhões de usuários ativos do Spotify, 22% estão na região. Além de 21% dos usuários pagantes também serem latinos.

Artistas locais

Contudo, a aposta da empresa sueca de música chega ainda à relação com artistas locais. Ou seja, segundo Nygren, o Spotify lançou em torno de 80 podcasts exclusivos na América Latina. E metade deles em parceria com produtores brasileiros.

Regionalização

Ela explica que este tipo de investimento requer maior regionalização e língua local:

“É uma estratégia e iniciativa global e estamos levando para os diferentes mercados com uma abordagem de hiperlocalização. O conteúdo, os podcasts que fazemos em nossos mercados são um reflexo do que usuários desses lugares querem ouvir.”

Publicidade

Todavia, o Spotify investiu também em tecnologia e publicidade. Sendo assim, em novembro, a empresa anunciou a aquisição da startup Megaphone, especializada em desenvolver inserção publicitária personalizada em podcasts. Então, o streaming musical divulgou melhor as marcas de seus produtos em programas de áudio. O acordo custou US$ 235 milhões.

Balanços

De acordo com o último balanço trimestral do Spotify o número de usuários que utilizam o serviço sem assinatura, focado em anúncios, é 28,4% maior que o número de assinantes. Ou seja, 185 milhões de usuários não assinantes ante 144 milhões de pagantes. Já o total de usuários ultrapassou 320 milhões, alta de 29% em relação a 2019.

Mas nem tudo são flores

Embora tenha crescido neste ano, o faturamento publicitário representa apenas 9,3% do total. Com isso, o Spotify teve receita de 1,9 bilhão de euros no terceiro trimestre do ano. Nygren complementa:

“Nós sempre vamos defender nosso modelo de negócio freemium, um não vai viver sem o outro. O negócio de publicidade é extremamente importante para nós ainda que, atualmente, esteja gerando menos que o negócio de assinaturas.”

Mercado de rádio

A executiva conclui que a entrada no mercado de podcasts está conectada aos investimentos em publicidade. Neste caso, há um faturamento enorme sendo gerado no mercado de rádio, que esteve linear por muitos anos e agora está em alta demanda.

*Foto: Divulgação

Usuários do WhatsApp podem contar com o recurso de pesquisar figurinhas

usuários do whatsapp podem contar com o recurso de pesquisar figurinhas

Além de pesquisar figurinhas animadas da OMS, os usuários do WhatsApp agora também tem acesso a papéis de parede personalizados do aplicativo de mensagens

Nesta semana, o WhatsApp vai lançar algumas atualizações em sua plataforma de mensagens. Entre elas: papéis de parede personalizados, um recurso de pesquisa de figurinhas e um pacote de figurinhas animadas. As novidades foram anunciadas ontem (1º).

Papéis de parede personalizados aos usuários do WhatsApp

O aplicativo que pertence ao Facebook diz que vai disponibilizar papéis de parede personalizados para diferentes contatos. De acordo com a plataforma:

“Você nunca mais vai precisar se preocupar de ter enviado uma mensagem no chat errado.”

Papéis com imagens de natureza

Além disso, o app de tecnologia também disponibilizar papéis com imagens de natureza e arquitetura. Todavia, também há a possibilidade destes recursos se adaptarem automaticamente ao modo claro e escuro. Vale lembrar que o recurso modo escuro passou a funcionar no primeiro semestre deste ano.

No fim de setembro, a empresa ainda lançou a opção de gerenciamento de arquivos, com o objetivo de liberar mais espaço no celular.

Pacote de figurinhas da OMS

Já a outra novidade oferecida aos usuários do WhatsApp é o pacote de figurinhas animadas. O recurso foi batizado de “Juntos em Casa”, da Organização Mundial da Saúde. De acordo com a empresa, esse pacote tem sido um dos mais populares no app. Ele está disponível com textos em nove idiomas, incluindo o português.

Próximos dias

Por fim, as novas funções estarão disponíveis no decorrer dos próximos dias para usuários do WhatsApp no Android e no iOS, sistemas operacionais do Google e Apple, respectivamente.

*Foto: Divulgação

Google lança app Task Mate que paga usuários por tarefas concluídas

google lança app task mate que paga usuários por tarefas concluídas

O aplicativo Task Mate permite queo usuário possa trabalhar para o maior buscador de informações do mundo

O Google lançou um novo aplicativo que dará a oportunidade do usuário trabalhar para a empresa de tecnologia. Sendo assim, o Task Mate permite que pessoas ganhem dinheiro cumprindo tarefas. Entre elas: tirar fotos de lojas, responder pesquisas de preferências, gravar e traduzir frases do inglês para o idioma local.

Como funciona o Task Mate

O app Taske Mate divide as tarefas em duas categorias: “sitting tasks” – que podem ser realizadas em casa, isso inclui gravar e traduzir frases; e “field tasks”, que devem ser realizadas na rua, o que inclui tirar fotos.

Além disso, cada atividade possui um valor de recompensa fixado. Um exemplo disso é a gravação de 10 frases. Neste caso, o usuário recebe US$ 0,20.

Como sacar as recompensas

Para sacas as recompensas do Task Mate, o usuário necessita acumular no mínimo US$ 10 em sua conta. Só após isso é que ele conseguirá transferir o dinheiro para o seu banco ou carteira digital.

Pular tarefas

Todavia, o internauta pode pular a tarefa que não pretende realizar, diz a descrição do app no Google Play Store:

“As tarefas podem ser concluídas a qualquer hora, em qualquer lugar.”

Qual a finalidade?

Mas afinal de contas por que o Google lançou esta funcionalidade que remunera seus usuários? Ainda não se tem informação oficial de como os dados das tarefas concluídas serão usadas. Porém, o Google deve utilizá-las para aprimorar seus processos de busca, além de ditado e reconhecimento de imagem.

Índia e Brasil

Até o momento, o aplicativo Task Mate está disponível somente para quem reside na Índia e em uma versão beta, que limita usuários.

Entretanto, no Brasil o Google disponibiliza o Opinion Rewards, app que recompensa os usuários que responde perguntas enviadas. Portanto, é possível ganhar até R$ 3 como recompensa. Mas o valor é creditado direto no Google Wallet. E também pode ser usado somente na compra de aplicativos e outros produtos na Play Store.

*Foto: Divulgação

Função ‘gerenciar armazenamento’ é lançada pelo WhatsApp

função ‘gerenciar armazenamento’ é lançada pelo whatsapp

Função ‘gerenciar armazenamento’ vai funcionar tanto no sistema Android quanto no iOS, e ela é capaz de liberar memória do celular e apagar arquivos

O WhatsApp liberou uma nova função que promete facilitar o gerenciamento do armazenamento da memória interna dos smartphones. Além disso, o recurso possibilita averiguar arquivos compartilhados e excluir mídias desnecessárias. Tudo isso tem o objetivo de liberar espaço no dispositivo móvel.

A função, que já estava disponível para usuários da versão beta do mensageiro desde o final de setembro, agora chega à versão estável do aplicativo.

Função ‘gerenciar armazenamento’ para Android e iOS

A função ‘gerenciar armazenamento’ foi liberada para usuários do aplicativo de mensagens nas versões Android e iOS. E até o fim desta semana estará disponível para todos.

Contudo, a ferramenta de tecnologia possibilita acessar todo o conteúdo de fotos, vídeos, áudios e documentos compartilhados no mensageiro pelas configurações do app. Sendo assim, fica mais fácil excluir mídias desnecessárias e, consequentemente, liberar espaço no smartphone.

Como acessar o novo recurso

Para acessar a função ‘gerenciar armazenamento’, que já era bastante aguardado por seus usuários, abra o WhatsApp e clique sobre o menu simbolizado pelas reticências no canto superior direito do aplicativo. Na sequência, vá até as configurações e toque na opção “Armazenamento e uso de dados”. Em seguida, sobre “Gerenciar armazenamento”. Mas no caso da opção não aparecer para você, verifique se o seu aplicativo está atualizado.

Ao entrar neste recurso, ficará disponível uma barra colorida que traz informações sobre o espaço de armazenamento ocupado pelo WhatsApp, além do quantidade de memória livre em seu celular.

Organizar mídias

A função ‘gerenciar armazenamento’ organiza as mídias compartilhadas em duas abas principais. São elas: “Compartilhadas com frequência” e “Arquivos maiores que 5 MB”. Com isso, é possível checar e excluir os arquivos mais pesados e se livrar do conteúdo de mensagens encaminhadas muitas vezes no app.

Além disso, o recurso possibilita verificar os conteúdos de mídia compartilhados em grupos e com contatos em chats individuais. Também é possível ordenar os arquivos dos mais recentes para os mais antigos e dos mais pesados para os mais leves. Então, isso tudo garante mais praticidade no momento de selecionar os arquivos que deseja excluir.

Por fim, vale reforçar que também é possível selecionar várias mídias de uma vez só para deletá-las, economizando tempo para o usuário.

*Foto: Divulgação

Confira nova linha gamer da AOC

confira nova linha gamer da aoc

Linha gamer da AOC aposta em opções de personalização como um grande diferencial

A tradicional fabricante de TVs e monitores, a AOC, resolveu inovar mais uma vez em termos de tecnologia e traz ao Brasil uma linha de mouses e teclados gamer. Os produtos de já estão à venda no mercado nacional. Sendo assim, eles terão concorrentes diretos o HyperX, Razer, Redragon, entre outros.

Linha gamer da AOC

Além disso, os periféricos AOC e Agon, marca gamer da companhia, também possuem suporte ao app próprio G-Tools. Ou seja, ele possibilita configurar iluminação, botões, macros, entre outras opções. Porém, sempre conforme cada perfil de jogador.

Preços

Sobre os preços, o mouse intermediário GM500 custa em torno de R$ 199. Já o teclado GK500 custa R$ 499. No entanto, ainda têm opções top de linha, lançadas sob o selo Agon. E também um mousepad com luzes RGB, que podem ser configuráveis. Todos já disponíveis no país.

Destaques da linha gamer da AOC

Entre os destaques da nova linha gamer da AOC, está o mouse GM500, por ser a opção mais em conta. Ele possui oito botões personalizáveis, além de contar com o sensor Pixart 3325, que promete oferecer mais precisão e velocidade, especialmente, em jogos que exigem rapidez do jogador. Ele custa R$ 199.

Todavia, ainda há o mouse gamer Agon AGM700, opção Premium. Entre seus oito botões ajustáveis, o modelo traz um exclusivo para sniper, o que faz toda a diferença em jogos FPS.

Já para quem deseja personalizar o peso do mouse, o modelo traz também um sistema de configuração com cinco módulos. Cada um deles adiciona 5 gramas ao peso original atingindo 25 gramas no total. O modelo está à venda por R$ 349.

Teclado

Ao custo de R$ 499, o teclado GK500 é a opção mais em conta para quem não pode investir tanto em um periférico. Ele conta com RGB customizável, switches intermediários Outemu Blue e tecnologia antiderrapante para evitar problemas na hora de jogar. Por fim, ele conta com um suporte magnético para o pulso que promete mais conforto para longas horas de jogatina.

O modelo de teclado mecânico Agon AGK700 é o top da linha gamer da AOC. O produto traz switches Cherry MX Blue, o que promete maior precisão e conforto no momento do jogo. Já o design tem um acabamento de alumínio anodizado e suporta milhões de acionamentos ao longo de sua vida útil. Contudo, ele ainda possui uma entrada USB que pode ser utilizada para ligar o mouse ou até mesmo carregar um smartphone, por exemplo. Ele está à venda a partir de R$ 1.199.

Vale lembrar que no atual momento de pandemia em que vários eventos gamers foram adiados, como o Brasil Game Show 2020, possuir produtos de qualidade para jogar em casa faz toda a diferença.

Outras opções de mouse

Por fim, a AOC anunciou ainda o mousepad gamer Agon MM700, oferecendo uma boa opção de base para sua utilização. O produto está à venda por R$ 249 e ainda traz uma superfície microtexturizada, o que deve proporcionar menos atrito durante a jogatina.

Toda linha gamer da AOC possui cabo trançado e conector banhado a ouro, o que deve garantir uma conexão estável e maior resistência aos produtos. Agora basta escolher o que melhor atende suas expectativas.

*Foto: Divulgação

Próxima atualização do WhastApp permitirá gerenciar arquivos recebidos

próxima atualização do whastapp permitirá gerenciar arquivos recebidos

Nova função do app de mensagens facilita gerenciar arquivos recebidos e, consequentemente, liberar mais espaço no celular

Em sua próxima atualização, o WhatsApp vai testar uma nova configuração no aplicativo de mensagens. Sendo assim, ele vai permitir gerenciar arquivos recebidos. Portanto, os usuários terão um maior controle de armazenamento do app, além de liberar mais espaço no celular.

Gerenciar arquivos recebidos

A melhoria do app, que vem por meio da atualização 2.20.201.9, foi descoberta pelo site WABetalnfo. Em razão dos novos recursos, os usuários terão maior facilidade em controlar o armazenamento de seu WhatsApp.

Expansão de funções

Vale lembrar que em julho, a rede social de mensagens instantâneas anunciou novas funções, como o modo escuro para as versões web e desktop.

Além disso, as próximas funções que chegarão já são consideradas uma ampliação dos recursos presentes atualmente no app. A partir desta nova atualização, o usuário pode gerenciar arquivos recebidos, que constam na memória do WhatsApp. E como já foi mencionado, isso só torna ainda mais fácil seu manuseio quando queremos buscar um arquivo ou imagem específica em várias conversas.

Por fim, a próxima experiência de tecnologia que a rede social vai permitir, também será possível classificar os arquivos por tamanho e pela data enviada. Todavia, o usuário ainda pode excluir instantaneamente todos os arquivos enviados em conversa particular.

Programa de testes do WhatsApp

Vale ressaltar que a atualização já pode ser acessada pelos usuários que estão cadastrados no programa de testes do WhatsApp. Porém, ainda não há previsão para chegar aos demais usuários da rede social.

*Foto: Divulgação