Musicoterapia: Método de tratamento chega às periferias

musicoterapia em zonas periféricas

Antigamente, uma linha de terapia ligada à música não era muito difundida no Brasil, fato é que as faculdades de Musicoterapia no país ainda são poucas em relação a outros cursos superiores ligados à área da saúde.

Em zonas periféricas do território nacional, principalmente na cidade de São Paulo, já se encontra esta vertente de terapia para tratar mulheres que sofreram de abuso, por exemplo.

Como a Musicoterapia atua neste caso?

Através de recursos sonoros com a utilização de instrumentos musicais ou simplesmente por sons emitidos pelo próprio corpo é possível identificar pontos de tensão que podem estar ligados à violência doméstica ou à depressão, que também envolve a falta de tempo para cuidar de si mesma.

Muitas dessas mulheres têm dupla jornada, ou seja, chegar do trabalho e ainda cuidar dos filhos e esquecem de cuidar de sua saúde mental.

O Coletivo MT é um exemplo de entidade que auxilia mulheres na periferia do extremo Sul da capital paulista, desenvolvendo um trabalho em bairros como o Grajaú.

O coletivo oferece o tratamento gratuitamente na intenção do público feminino se abrir e quebrar um silêncio doloroso, além da dificuldade de acesso por estas pessoas morarem em regiões periféricas e na maioria das vezes não podem arcar com custos de uma terapia convencional.

Os encontros são realizados em dia e horário estabelecidos pelos musicoterapeutas voluntários. Em muitos casos, estes profissionais também residem na mesma região das sessões para facilitar ainda mais o acesso.

A musicoterapia em grupo ministrada para essas mulheres faz com que percebam que aquele momento entre elas pode levar à reflexão sobre assuntos de autocuidado, intimidade e saúde emocional.

Como participar:

Coletivo MT atende no Centro de Cidadania da Mulher da Capela do Socorro toda segunda-feira, das 10h30 às 11h30 e é gratuito. Para ingressar no grupo, basta preencher um formulário com dados básicos. Endereço: Rua Professor Oscar Barreto Filho, 350, Grajaú – Contato: (11) 5927-3102 / 5929-9334.

atendimento psicológico em universidade

*Foto: Reprodução / Flickr – Clínica Escola da faculdade de Psicologia UFC – Viktor Braga

Atendimento psicológico em Universidades da Zona Leste

Além da Musicoterapia na Zona Sul, há também a oferta de tratamento psicológico em faculdades da zona leste de São Paulo.

Para participar, a pessoa tem que morar na região onde são realizados os atendimentos. As sessões são ministradas pelos próprios alunos dos cursos de Psicologia dessas instituições, com supervisão de seus professores.

Cada universidade tem um critério próprio de seleção de novos pacientes.

Quem oferece o tratamento:

Universidade Cruzeiro do Sul – UNICSUL – Endereço: Rua Taiuvinha, 26 – Campus São Miguel – Telefone: (11) 2037-5853. De segunda à sexta-feira, das 10h às 20h, e sábados, das 9h às 11h.

Universidade São Judas Tadeu – USJT – Clínica de Psicologia Aplicada – Endereço: Rua Marcial, 45 – Mooca – Telefone: 2799-1831. De segunda à sexta-feira, das 10h às 22h e aos sábados das 8h às 14h.

*Foto Capa: Reprodução / Flickr – Ribamar Neto